Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

A HIPNOSE NA VISÃO DA IGREJA.

Imagem
A HIPNOSE NA VISÃO DA IGREJA. 
A utilização da hipnose é regida por um princípio fundamental: 
existe uma obrigação moral de não privar-se da própria consciência sem verdadeira necessidade. 
Portanto, é preciso usá-la com prudência, no âmbito médico.
O magistério da Igreja indica como premissa que o homem é um ser racional e, portanto, sua maneira normal de desenvolver-se deve ser por meio do uso lúcido da razão. Pio XII, o único Papa que tratou especificamente deste tema, ensinou muito sobre temas de deontologia médica, e abordou o tema da hipnose: explicitamente em uma alocução em um congresso de anestesiologia, em 1957), e indiretamente em uma alocução aos participantes de um congresso internacional de psicoterapia e psicologia clínica, em 1953.
Em suas intervenções, o Papa falou com cautela, sem negar a veracidade nem a possível utilidade da hipnose terapêutica, mas alertando sobre seus riscos.
Deixando de lado outros tipos de práticas de hipnotismo, Pio XII se refere a "uma hipnos…