A DOR E SEUS REMÉDIOS


A DOR E SEUS REMÉDIOS
Elas irritam, fazem a pessoa ficar de cama e faltar ao trabalho, provocam ansiedade ou depressão. Algumas são agudas; outras, mais resistentes, acabam interferindo até no dia-a-dia. Saiba o que as desencadeia, como evitá-las e tratá-las

1- DOR DE CABEÇA
Causa: decorrente de um distúrbio bioquímico cerebral, pode surgir quando se pula uma refeição, por excesso de trabalho ou depois de muitas horas de sono
Mudança de hábitos: passar menos tempo na cama para quem é dorminhoco; diminuir o ritmo de vida para quem é acelerado demais e quer agarrar o mundo com as mãos; abandonar o sedentarismo; reduzir ou eliminar o cigarro e as bebidas alcoólicas
Tratamento: específico para cada tipo de dor, que tanto pode ser enxaqueca como cefaléia do tipo tensional crônica. A diferença é que a primeira é latejante e atinge uma única região, enquanto a segunda toma a cabeça toda. Durante a crise, são receitados analgésicos e antiinflamatórios. É freqüente o uso de alguns remédios para epilepsia e depressão, que funcionam bem quimicamente para a dor crônica
Terapias alternativas: andar 20 minutos diariamente aumenta a produção de endorfina, substância cerebral que combate a dor; acupuntura; exercícios de relaxamento HIPNOSE..
2- DOR OROFACIAL (na mandíbula e no rosto)
Causa: traumatismo local, stress, infecções, bruxismo, postura corporal
Mudança de hábitos: fazer boa higiene oral, alterar hábitos alimentares, ter sono adequado e combater o stress
Tratamento: para alguns tipos de dor na face é indicado o uso de antiinflamatórios. Em casos de dores neuropáticas são receitados medicamentos específicos e para as crônicas adotam-se antidepressivos para tratamento e controle da dor
Terapias alternativas: alguns pacientes respondem bem à acupuntura - usada tanto para dores agudas quanto crônicas - e à HIPNOSE..
3- ARTROSE
Causa: doença degenerativa das articulações também conhecida como bico-de-papagaio. As nodulações, mais comuns na idade madura, podem crescer para dentro da coluna e apertar estruturas do sistema nervoso, dando origem à dor. Ela ataca a coluna cervical e a lombar, os joelhos, os quadris - tende a provocar ciática, dor que se irradia para as pernas - e as pequenas articulações dos dedos das mãos
Mudança de hábitos: correção da postura, combate à obesidade, checkups preventivos
Tratamento: à base de analgésicos, antiinflamatórios e remédios que reduzam a inflamação e retardem a artrose, como os condoprotetores (glucosamina, condroitina)
Terapias exercícios de alongamento, pilates, RPG (Reestruturação Postural Global)HIPNOSE
4- LER/DORT
Causa: as lesões por esforço repetitivo acometem pessoas que trabalham por horas a fio e não fazem pausas nem nenhum tipo de exercício preventivo, como ginástica laboral. Surgem, principalmente, em quem é estressado ou está insatisfeito com o trabalho que faz
Mudança de hábitos: correção da postura, exercícios específicos para braços, mãos e articulações, mudanças ergonômicas no local de trabalho
Tratamento: analgésicos, antiinflamatórios (como os miorrelaxantes), antidepressivos
Terapias: fisioterapia, acupuntura, massagem, calor local, psicoterapia COM HIPNOSE
5- LESÕES MUSCULARES
Causa: provocadas por traumas, como quedas, pancadas, torções e fraturas
Mudança de hábitos: ter mais atenção quando praticar esportes, ser mais cuidadoso ao caminhar na rua e na hora de dirigir (para não provocar acidentes)
Tratamento: no caso de fraturas, é imprescindível a imobilização para reduzir complicações neurológicas, hemorrágicas ou agravamento do quadro doloroso, e o uso de analgésicos potentes, como aqueles à base de morfina; em situações menos graves, remédios comuns que combatam a dor
Terapias: acupuntura, meditação, relaxamento HIPNOSE, hidroterapia, massagem
6- COLUNA
Causa: de cada cinco pessoas no mundo, uma terá dor nas costas em algum período da vida. É produzida por má postura, por excesso de peso ou carga (mochilas, malas pesadas), por traumatismos (como queda) ou por hérnia de disco
Mudança de hábitos: emagrecer para evitar sobrecarregar a coluna, deixar de fumar (o cigarro promove osteoporose, que leva a fraturas e ao entupimento dos capilares que nutrem os discos vertebrais), corrigir os erros posturais (aprender a sentar-se corretamente diante do computador ou da TV, verificar o limite de peso de uma mochila)
Tratamento: quando a dor é severa, o repouso de curto prazo é recomendado. Antiinflamatórios, analgésicos e cortisona quase sempre são indicados
Terapias: exercícios RELAXAMENTO HIPNOSE de alongamento, natação, ioga, hidroterapia, RPG, pilates
7- FIBROMIALGIA
Causa: é desconhecida. Sabe-se apenas que a dor nas fibras musculares atinge 5% da população mundial, em particular as mulheres. O diagnóstico é difícil de ser feito, porque não há exames de raios X, de sangue ou tomografia que apontem o problema. Os doentes costumam sofrer também de bruxismo, TPM, dor de cabeça, depressão, ansiedade, gastrite
Mudança de hábitos: fazer exercícios físicos regularmente produz maior quantidade de serotonina, que provoca bem-estar e diminui a dor
Tratamento: analgésicos, relaxantes musculares, antiinflamatórios, drogas que aumentem a serotonina, como antidepressivos tricíclicos
Terapias: exercícios de alongamento, acupuntura, ioga, meditação, reflexoterapia, shiatsu, Rolfing, hidroterapia RELAXAMENTO HIPNOSE..
8- ONCOLÓGICA
Causa: decorrente do câncer e das complicações pós-cirurgia, tais como imobilização (gera dor lombar provocada por comprometimento muscular), medicação e radioterapia (que produz lesão nos nervos periféricos)
Mudança de hábitos: não encarar a doença como sinal de morte, porque muitos dos tumores são operáveis e respondem bem aos tratamentos químio e radioterápicos
Tratamento: analgésicos, antiinflamatórios não-hormonais, medicamentos morfínicos fracos (como a codeína) e fortes (morfina e metadona)
Terapias: fisioterapia, acupuntura, psicoterapia, biodança e HIPNOSE ajudam a dar bem-estar ao paciente, embora não substituam nenhum recurso da medicina tradicional.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cirurgia HIPNOTICA de redução de estômago

Transtorno de Personalidade Borderline

HIPNOSE PODE MUDAR O DNA