HIPNOSE NA ODONTOLOGIA.


Desde a sua origem, no século XVIII, com o médico Franz Anton Mesmer, a hipnose é cercada de mitos. Hoje, porém, é reconhecida pela sua eficiência e aplicada nos mais diversos tratamentos de saúde. Exemplo disso é que ela vem ganhando cada vez mais espaço nos consultórios odontológicos, auxiliando os cirurgiões dentistas no atendimento de pacientes que tem medo de anestesia ou tem alergia a ela, além de ser uma opção daqueles que se incomodam com o barulho do motor utilizado pelos dentistas.

 Um dos principais benefícios é que não há efeitos colaterais químicos. "Com a hipnose, o paciente sai do consultório do dentista sem aquele conhecido incômodo de boca anestesiada, que o faz ter dificuldade para falar ou comer, sem morder a bochecha. Além disso, ele fica menos ansioso, porque não sente dor, e o dentista trabalha com mais segurança e menos gasto",
Sobre a Hipnose Clínica

Diferentemente do que muita gente pensa, a hipnose é um estado alterado de hiper atenção, em que aceitamos uma sugestão dada pelo hipnólogo ou por nós mesmos (auto-hipnose) e a nossa mente não questiona o que é dito. Alguns desses estados vivenciamos diariamente, quando lemos um bom livro ou assistimos a um programa de televisão de que gostamos e, por exemplo, deixamos de ouvir alguém nos chamar.
Psicanalista e hipnólogo clínico, atua desenvolvendo técnicas psicanalíticas associadas à hipnose, indicadas
para os casos de fobias, neuroses, psicoses, transtornos alimentares, toxicomanias, depressão, ansiedae


                              Hipnose Clínica




.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cirurgia HIPNOTICA de redução de estômago

Transtorno de Personalidade Borderline

HIPNOSE PODE MUDAR O DNA