Especialista português defende vantagens médicas da hipnose



O uso da hipnose e da hipno-análise na medicina moderna foram os temas de uma conferência no sábado de Alberto Lopes, fundador da Associação Portuguesa de Hipnose Clinica e Hipnoanálise, no Centro de Apoio Social e Associativo (CASA), em Clausen.
Segundo Alberto Lopes, mestre em neuropsicologia pelo Instituto Superior da Maia, a hipnose é um método terapêutico usado há vários séculos. Apesar disso, a disciplina tem sido descredibilizada “por falta de informação e formação dos técnicos que aplicam este método”, lamenta o conferencista.
Para mais, acrescenta Alberto Lopes, a televisão e o cinema retratam muitas vezes os resultados da hipnose como “momentos cómicos, como quando vemos pessoas a imitar animais” sob o efeito da hipnose.
“Não é de todo esta a finalidade da hipnose e da hipnoanálise que utilizamos. Para nós, este é um método a aplicar em contexto médico e para acompanhar outro tipo de tratamento”, explica Alberto Lopes, que em Março vai apresentar um novo programa de televisão na RTP sobre este tema.
O conferencista denunciou ainda casos de utilização de técnicas hipnóticas no marketing e publicidade, “para enviar imagens subliminares de consumo”.
Para o conferencista, a hipnose é um método não-invasivo de tratamento em contexto médico, como em casos de depressão e ansiedade, problemas alimentares, na gestão da dor crónica e aguda, problemas de concentração e memória, assim como perturbações do sono, e mesmo na substituição, em alguns casos, da anestesia química, vulgarmente utilizada nos hospitais. A técnica pode ser usada “como substituição das anestesias dadas em pequenas operações de 45 minutos a uma hora, com efeitos testados cientificamente pela equipa médica e universitária”, explicou Alberto Lopes.
No final da conferência, Alberto Lopes fez algumas demonstrações práticas da aplicação da hipnose e das possibilidades deste método secular.
O conferencista espera que a utilização da hipnose como método terapêutico se alargue, como já acontece “na Bélgica, França, Alemanha e Reino Unido”. O conhecido hipnotizador, que se tornou conhecido no programa “Soro da Verdade”, da SIC, não tem dúvidas sobre as vantagens destas técnicas. “Não sou apenas eu que o digo. A Organização Mundial de Saúde reconhece as vantagens do uso da hipnose para dar qualidade de vida às pessoas”, afirmou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Transtorno de Personalidade Borderline

HIPNOSE PODE MUDAR O DNA

A cirurgia HIPNOTICA de redução de estômago