A hipnose nos tratamento de problemas emocionais.

Por muitos anos a hipnose tem sido alvo de críticas e dúvidas, tanto no meio científico quanto no meio comum. Afinal, para que serve a hipnose? 
Primeiramente é preciso saber que a hipnose é uma grande ferramenta para o tratamento de problemas emocionais. Costumo dizer que há profissionais que tratam o hardware e outros que tratam o software. Ou seja, quando o problema é de ordem cerebral, como má formação ou problemas neurológicos, não pode ser considerado emocional. Por outro lado, quando se pode reprogramar algo que está no inconsciente e que está causando esses problemas, ai sim se pode fazer uma espécie de reprogramação na mente. 
A hipnose aliada à terapia, chamada de hipnoterapia, age exatamente nessa reprogramação. Mas onde exatamente o hipnoterapeuta atua? No inconsciente. Podemos comparar o inconsciente a uma caixa preta de um avião. Quando ocorre o acidente aéreo essa caixa preta registra a falha do piloto ou falha mecânica. E quando os técnicos abrem essa caixa, eles conseguem saber exatamente o que causou o acidente. O hipnoterapeuta faz a mesma coisa: acessa a caixa preta, descobre o que está ocasionando o problema e faz a reprogramação.
Na hipnoterapia, acredita-se que é possível tratar praticamente tudo com as técnicas hipnóticas. As pessoas sentem o que sentem e são o que são porque são frutos do meio, elas foram programadas desde sua concepção e essa programação as seguem por toda a vida. Cabe ao hipnoterapeuta fazer um mapa geral dessas concepções e dar um novo sentido emocional para tudo isso. 
Quando sentimos medo e esse medo ultrapassa o natural é porque temos algo no passado ligado a isso. É um tipo de trauma que precisa ser liberado e com a hipnoterapia é possível chegar ao exato momento em que o problema se instalou. O medo é apenas um exemplo. Mas, seguindo essa linha emocional, podemos citar depressão, ansiedade, vícios, ejaculação precoce no caso dos homens e demais problemas. Quando o profissional detecta o problema a hipnoterapia pode ser um grande antídoto.
É importante dizer que a hipnoterapia não é milagre e também não pode ser considerada a solução em 100% dos casos. Há pessoas que não estão preparadas para a hipnose ou que simplesmente não respondem bem a essa técnica para solucionar seus problemas. Isso também ocorre em outros tratamentos, como quando vou a um médico se não acredito na sua competência em me ajudar e o tratamento não da resultado? O que quero dizer é que não se trata de crenças religiosas ou crenças internas somente, mas o quanto a pessoa que necessita de ajuda está aberta para o tratamento.
A hipnose clínica científica está casa vez mais difundida no Brasil e é aprovada como ferramenta pela medicina e foco de estudos científicos. É importante saber que tudo que é adivinhação, espiritual, ritualístico ou religioso não é hipnose ou hipnoterapia. Uma pessoa que se utiliza desses métodos e se diz hipnoterapeuta está agindo de má fé.
Em minha tese de doutorado afirmo que a hipnoterapia será o principal tratamento para problemas de ordem emocional no mundo. Isso já está ocorrendo, a saúde pública tem lucrado e as pessoas que escolhem a hipnose para resolver seus problemas têm ótimos resultados.
O Hipnoterapeuta é considerado um terapeuta alternativo que utiliza a hipnose como sua principal ferramenta para tratar problemas emocionais. Consulte um de confiança.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A cirurgia HIPNOTICA de redução de estômago

Transtorno de Personalidade Borderline

HIPNOSE PODE MUDAR O DNA